Polícia


Ações do GEERC surpreendem criminosos em coletivos


Data: 08/03/2018

As ações desempenhadas pelo Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos (Gerrc), que já têm ocasionado a diminuição dos registros desses crimes em Salvador, levaram, na quarta-feira (7), à prisão de quatro pessoas em flagrante.

Joseane Pereira dos Santos, 32 anos, foi presa acusada de ameaçar um cobrador com uma faca, num coletivo que circulava na região do Largo do Tanque. Conhecida como Giganta, em ironia a sua altura de 1,32 m, a mulher foi encaminhada para audiência de custódia no Núcleo de Prisão em Flagrante (NPF), no Iguatemi.

No mesmo dia, durante uma operação policial, Isaac da Conceição dos Santos, 32 anos, foi encontrado com pedras de crack, que ele confessou que entregaria a duas mulheres hospedadas em um hotel na Gamboa. Isaac foi autuado em flagrante por tráfico.

Já Adiel Santos de Santana, foi preso por estelionato quando executava fraudes no sistema de bilhetagem e pagamento de passagens, utlizando cartão de gratuidade para pessoa com deficiência. O criminoso foi denunciado por passageiros que eram intimidados e obrigados a aceitarem realizar o embarque de forma fraudulenta. Conforme o levantamento feito pelo Gerrc, as fraudes no uso do benefício causam um prejuízo 50 milhões por ano.

Ainda na quarta-feira, policiais do Geerc localizaram Everton Pereira Santos Silva, em um local conhecido como Feira do Rolo, tentando vender um aparelho celular adquirido durante um assalto a ônibus, ocorrido na Avenida Antônio Carlos Magalhães. Ao acessar as informações a respeito de Everton, foi localizada uma extensa ficha criminal composta por delitos como estupro de vulnerável, roubo e tentativa de homicídio.

Segundo o delegado José Nélis, do Geerc, após a ação do grupo, os criminosos já estão à disposição da Justiça.

Daza Moreira - Ascom/PC