Polícia


Acusado de estuprar e matar menino de seis anos é condenado a 39 anos


Data: 21/05/2018

A sorte é que nosso país não tem pena de morte e nem prisão perpetua e pelo crime que praticou ele recebeu apenas esta pena, veja o que fala o site radardabahia.com.br sobre esta condenação.

“Em julgamento realizado nesta segunda-feira (21) no Fórum Ruy Barbosa, o juri popular decidiu por condenar a 39 anos e 9 meses de prisão, Pedro Damião Cruz Sena, acusado de estuprar e matar um menino de seis anos, em julho de 2014, no bairro de Pernambués. Inicialmente ele vai cumprir pena em regime fechado.

O homem foi denunciado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) por estupro e homicídio. A criança foi estuprada, morta e teve o corpo carbonizado por Pedro, que também era conhecido como “Marcelo” ou “André”.

De acordo com a denúncia do MP, Pedro convidou a vítima para comprar roupas novas em um shopping na região do Iguatemi, mas no caminho, inventou que ia tomar banho, mudou o trajeto e foi levada por ele para um imóvel alugado, onde os crimes aconteceram. Ainda segundo as investigações, o acusado conheceu a vítima em um semáforo de Salvador, onde vendiam doces.

Pedro foi preso em Itabuna e confessou o crime. Ele era foragido de São Paulo. No estado paulista, ele respondia pelo crime de estupro e assassinato de uma criança de 9 anos, em 2004. A polícia só encontrou o corpo do garoto, porque na época, vizinhos denunciaram o mau cheiro oriundo da casa. Lá, o corpo foi encontrado em estado de decomposição”